Microcrédito atrai interesse de instituições bancárias

Os tradicionais bancos têm começado a dar mais atenção para a modalidade de microcrédito. A principal instituição, que atua neste ramo, é o Banco do Nordeste (BNB), liderando o segmento com uma participação de mercado de mais de 70%. O seu programa de microcrédito voltado para a área urbana, o Crediamigo, existe há 24 anos e já concedeu quase R$ 96,8 bilhões em mais de 50 milhões de contratos.
 

Outra grande instituição que opera no setor é o Santander, com 20% do mercado e 790 mil clientes, e a Caixa Econômica Federal que, em seu balanço do primeiro trimestre, mostra a destinação de mais de R$ 1,2 bilhão em 1,7 milhão de contratos de microcrédito (incluindo uma linha diferente do SIM Digital), sendo mais de 80% para negativados.
 

Apesar de estar ganhando mais visibilidade, o microcrédito ainda representa uma fatia irrisória do crédito total no Brasil. A falta de segurança jurídica, especialmente para a atuação de Organizações da Sociedade Civil de Interesse Público (Oscip) no setor, é um empecilho que esse mercado enfrenta.

 
Este site usa cookies para fornecer a melhor experiência de navegação para você. Para saber mais, basta visitar nossa Política de Privacidade.
Aceitar cookies Rejeitar cookies