Anfavea prevê alta para setor automobilístico em 2019

Novidade aponta boas perspectivas para correspondentes que atuam no setor de crédito para veículos

A indústria automobilística brasileira teve o segundo maior desempenho anual no ano passado, com 2,88 milhões unidades produzidas, alta de 6,7% em relação a 2017. Apesar do crescimento, o volume ficou abaixo do esperado pelas montadoras, pois a expectativa era atingir 3 milhões de veículos. Para 2019, a projeção do setor é expandir em 9% o nível de produção, para  3,14 milhões de automóveis.
 
Um dos fatores que teve grande impacto sobre a performance da indústria foi a queda da exportação, principalmente na Argentina que fica com 70% dos produtos brasileiros, e enfrenta uma crise econômica sem perspectivas de melhora. Com isso, a Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores (Anfavea) prevê novo recuo em 2019, para 590 mil unidades.
 
Ainda em relação ao desempenho da indústria, o resultado mais positivo veio do mercado interno, que supriu as expectativas e cresceu 14,6%, somando 2,566 milhões de veículos. Neste ano, a Anfavea prevê alta de 11,4%, para 2,86 milhões de unidades. Em outro quadro, as vendas externas acumularam 629,2 mil unidades, o número é 17,9% inferior a 2017. Em valores, a queda foi de 8,6%, para US$ 14,5 bilhões.
 
Para 2019, as perspectivas de crescimento para o setor são boas. “As condições de crédito, juros e inflação continuarão razoáveis e a confiança dos investidores e dos consumidores permanecerá crescente”, diz o presidente da Anfavea, Antonio Megale.
 
Para saber mais, basta acessar https://economia.estadao.com.br/noticias/geral,anfavea-ve-alta-de-11-4-nas-vendas-este-ano,70002672304